top of page

Corsan vai investir R$ 7,6 milhões em tratamento de esgoto no município

A Corsan vai começar, no início do segundo semestre deste ano, as obras da estação de tratamento de esgoto (ETE) de Cidreira. Serão investidos R$ 7,6 milhões na construção de uma estrutura compacta, pré-fabricada, com tecnologias mais modernas e eficientes para tratar o esgoto doméstico da cidade. A conclusão é prevista para fevereiro de 2025.


Outra obra já iniciada é a construção da quarta bacia de infiltração - espécie de piscina para onde vai o esgoto. Ela terá 62 metros de largura por 83 metros de comprimento e investimento de R$ 2,4 milhões. Começou a ser instalada em março e será finalizada até junho. Após a conclusão das obras, a ETE de Cidreira terá capacidade para tratar 15 litros por segundo de esgoto.


“A construção da quarta bacia é parte de um plano de expansão para o município de Cidreira, que prevê ainda adequações visando ao atendimento das metas do Marco Legal do Saneamento, que estabelecem o acesso de 90% da população à coleta e ao tratamento de esgoto até 2033”, diz o gerente regional de relações institucionais da Corsan no Litoral Norte, Luciano Brandão.


O sistema de esgotamento sanitário é uma das prioridades do plano de investimentos desenhado para o Litoral Norte pelo Grupo Aegea, novo controlador da Corsan. A previsão é de que mais de R$ 550 milhões sejam investidos em modernização do saneamento na região, incluindo equipamentos e também a redução de perdas de água e compensações a danos ambientais. Já neste ano, deverão ser aplicados R$ 84 milhões em projetos para trazer mais qualidade de vida a moradores e veranistas.


Texto: Ascom Corsan



35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page